Se rio de mim, me levem a sério.
( PAULO LEMINSKI)

sábado, dezembro 13, 2008

QUEM SOU EU?

Sempre achei que não dava para explicar e nem responder essa pergunta, mas não... ela tem resposta que pode ser simples e direta (FEIA, CHATA E AMARELA) ou grande e complicada. Gosto das coisas mais simples e difíceis de explicar. Não importa de onde eu vim, nem o que eu fui, onde eu fui, com quem eu fui; já fui várias coisas, as vezes boas, as vezes ruins, agora já tenho um pensamento formado, mas em partes de sentimento QUASE sempre fui a mesma Sibila. Eu sou muito diferente do que muitas pessoas me vêem, falam e fazem julgamento antes de conhecer, até aquelas que já me conhecem. Não tenho inimigos (pelo menos da minha parte), não Odeio ninguém, dou muita importância as minha amizades, gosto de agradar e de ajudar, sou companheira, nem um pouco calma... mas sempre na paz. Vivo muito com meus amigos que são minha grande família, de poucas amigas mas irmãs, de amigos que me conhecem mais que ninguém, tem os que não parecem nada comigo mais são meus companheiros e estão sempre comigo, a que toda vez que vai leva toda minha alegria e deixa saudade, a patricinha conselheira, a toda pop, os que mesmo nao demonstrando sei que vao se lembrardo que eu disse, a pequena-grande apelona que é um poço de carinho, os que sempre me escutam mesmo com puca intimidade, a que é minha alma-gêmea a muito tempo, a que abandona por causa do namoro, a que muda e fica, a que some e volta, a meiguinha que é a coisa mais fofa, os que cobram demais, as carentes, os fechados, a estressada, a colega de sala, dos que quase não dizem nada mas que ficam ali pra um abraço, os que me fazem rir sem parar e só de lembrar deles ja solto meu risinho tímido, os sinceros demais, os conselheiros, tem o que me conhece mais que eu mesma e que todo mundo podia ser igual ele, os que me matam de saudade, o que não aceita nunca está errado, o que eu mais confio no mundo, os de farra, os que brigam comigo, as ciumentas, os meus abraços apertados, tem cada um o seu detalhe e são as pessoas que me fazem feliz e que estão juntas em um laço só. Minha família, a maior do mundo. Minha mãe que eu implico e brigo e nada converso mas que me aguenta todos os dias, tem meu pai um docinho, carente mas muiiito nervoso. Meu irmão retardado mas que não vive sem mim, meus primos que são a 'primandade' como diz o Danilo, meus primos que são como irmãos pra mim, tia, tios, avós, e muitos que me fazem muito beem . Tudo normal, que nem sempre parece ser! Eu sou toda feita de mimos e muita teimosia, sou cabeça aberta demais e tento, mas nem sempre consigo enteder - mas respeito - a opção de cada um, convivo com muitas coisas que nem sempre eu queria, as vezes fico magoada, mais agradeço a Deus por eu sempre ser feliz, até quando eu quero morrer. Sou retardada, nervosa, teimosa - o que concordo demais por ser de leão - nenhum pouco orgulhosa (apesar de me dizerem ao contrário), dengo, e não vivo de aparências. Sempre expresso o que eu sinto e isso as vezes me magoa muito principalmente quando já se passou da hora de mostrar isso. Sou desconfiada, qualquer lugar é bom, e amizades sempre são bem vindas. Curiosa e cheia de vontades, preguiçosa e FEITA DE MUITA SAUDADE, saudade de tanta coisa, ate de um minuto atrás, saudade dos lugares onde passei e principalmente das coisas que deixei pra trás por bobeira. Já chorei por muita coisa e por muitas pessoas, tive experiências únicas que nunca se repetiram, e sempre tento ver o lado bom das coisas. Gosto e não gosto de mistérios, gosto de coisas esquisitas, não gosto de exageros demais. Já passei - e morei - a vários lugares e que sempre trago alguem em um pedacinho de mim. Adoro fotos, elas mostram e guardam muitos momentos, sentimentos, lugares, pessoas e muitas vezes uma vibraçao que só no momento se definia, mas eu? Nenhum pouco fotogênica. Criançona tenho muito que aprender, não mudo meu jeito, me encanto com respeito e educação, dou um enorme valor nas coisas, principalmente momentos, minhas paixões viagens e amigos. Gosto de frases feitas, muitas delas se aplicam em nosso dia-a-dia e mudam nossa cabeça, mostrando o que muitas vezes a gente iria demorar a aprender. Tem muitas coisas que ainda não entendo, e eu acho que as pessoas complicam demais, sofrem demais, FALAM demais. Tem varias coisas que a gente leva quase uma vida inteira para descobrir mas tenha certeza que nunca é tarde demais. Penso no futuro mas nao tenho a pretensão de tentar adivinha-lo. Todo mundo merece A segunda chance porque arrependimento verdadeiro faz bem e existe. Cheiros e musicas me trazem lembranças, viver de passado não existe, e a cada coisa que acontece, acontece na hora certa mesmo sendo muito ruim pq lembranças a gente leva pra vida toda, lá no fundo.