Se rio de mim, me levem a sério.
( PAULO LEMINSKI)

sábado, março 31, 2007

outono


Aquele cheiro de hortelã a excitava, o ar morno e seco de outono tambem, mas ela ainda devia preservar seu rosto meigo e a ingenuidade que todos viam nela, assim ela se foi e deixou eli com cara de quem nao entendeu nada.
As vezes era bom parar no caminho e analisar tudo a sua volta, ver como tudo tem seu lado bom, e como o por-do-sol era lindo quando agente nao se preocupa com nada...
Ouvir novas risadas, novas vozes, criticas, e opinioes sobre tudo, ver o jeito de cada um, novos olhares; coisas simples e que nunka paramos pra ver... Mas assim ela descobriu um novo mundo e passou a ver todos como são a sua volta...
Hey hey. You you. I don't like your girlfriend. No way no way. I think you need a new one .Hey hey. You you. I could be your girlfriend. (girlfriend - avril)

sábado, março 24, 2007

"Running in circles..."


Come up to meet you, Tell you I'm sorry You don't know how lovely you are I had to find you, Tell you I need you And tell you I set you apart Tell me your secrets, And ask me your questions Oh let's go back to the start Running in circles, Coming up tails Heads on a silence apart Nobody said it was easy It's such a shame for us to part Nobody said it was easy No one ever said it would be this hard Oh take me back to the start I was just guessing at numbers and figures Pulling the puzzles apart Questions of science, science and progress Do not speak as loud as my heart And tell me you love me, Come back and haunt me Oh and I rush to the start Running in circles, Chasing tails Coming back as we are Nobody said it was easy Oh it's such a shame for us to part Nobody said it was easy No one ever said it would be so hard I'm going back to the start (The Scientist - Coldplay)

terça-feira, março 20, 2007

[A morte]


A Morte - por Pedro Bial
Assisti a algumas imagens do velório do Bussunda, quando os colegas do Casseta & Planeta deram seus depoimentos.Parecia que a qualquer instante iria estourar uma piada.Estava tudo sério demais, faltava a esculhambação, a zombaria, a desestruturação da cena.Mas nada acontecia ali de risível, era só dor e perplexidade, que é mesmo o que e causa em todos os que ficam.A verdade é que não havia nada a acrescentar no roteiro: a morte, por si só, é uma piada pronta. Morrer é ridículo.Você combinou de jantar com a namorada,está em pleno tratamento dentário, tem planos pra semana que vem, precisa autenticar um documento em cartório, colocar gasolina no carro e no meio da tarde morre.Como assim? E os e-mails que você ainda não abriu, o livro que ficou pela metade, o telefonema que você prometeu dar à tardinha para um cliente?Não sei de onde tiraram esta idéia: morrer. A troco?Você passou mais de 10 anos da sua vida dentro de um colégio estudando fórmulas químicas que não serviriam pra nada, mas se manteve lá, fez as provas, foi em frente.Praticou muita educação física, quase perdeu o fôlego, mas não desistiu. Passou madrugadas sem dormir para estudar pro vestibular mesmo sem ter certeza do que gostaria de fazer da vida, cheio de dúvidas quanto à profissão escolhida, mas era hora de decidir, então decidiu, e mais uma vez foi em frente...De uma hora pra outra, tudo isso termina numa colisão na freeway, numa artéria entupida, num disparo feito por um delinqüente que gostou do seu tênis.Qual é? Morrer é um chiste.Obriga você a sair no melhor da festa sem se despedir de ninguém, sem ter dançado com a garota mais linda, sem ter tido tempo de ouvir outra vez sua música preferida. Você deixou em casa suas camisas penduradas nos cabides, sua toalha úmida no varal, e penduradas também algumas contas.Os outros vão ser obrigados a arrumar suas tralhas, a mexer nas suas gavetas, a apagar as pistas que você deixou durante uma vida inteira. Logo você, que sempre dizia: das minhas coisas cuido eu. Que pegadinha macabra: você sai sem tomar café e talvez não almoce, caminha por uma rua e talvez não chegue na próxima esquina, começa a falar e talvez não conclua o que pretende dizer. Não faz exames médicos, fuma dois maços por dia, bebe de tudo, curte costelas gordas , mulheres e morre num sábado de manhã. Se faz check-up regulares e não tem vícios, morre do mesmo jeito. Isso é para ser levado a sério?Tendo mais de cem anos de idade, vá lá, o sono eterno pode ser bem-vindo.Já não há mesmo muito a fazer, o corpo não acompanha a mente, e a mente também já rateia, sem falar que há quase nada guardado nas gavetas. Ok, hora de descansar em paz.Mas antes de viver tudo, antes de viver até a rapa? Não se faz. Morrer cedo é uma transgressão, desfaz a ordem natural das coisas. Morrer é um exagero.E, como se sabe, o exagero é a matéria-prima das piadas. Só que esta não tem graça.Por isso viva tudo que há para viver.Não se apegue as coisas pequenas e inúteis da Vida...Perdoe....sempre!!!

domingo, março 18, 2007

; praga


Deletando posts idiotas, kaposkdpskapkda, como posso ser tao tosca? ta nao me responda. (acabei d ouvir um tiro e um grito na rua, axo q alguem morreu) ta isso nao eh do assunto. Maldito comentario da carol sobre filmes, fui ver Um amor pra recordar e meu olho até inchou de chorar; Carol isso nao se faz, nao fale de filmes tristess... Mas apaixonei com o filme, aliás to me apaixonando com qlqr coisa ultimamente (e isso nao eh carencia) xD . Bejooo.

WOW - na radio 99.7 - discografia RAMONES, classicos do rock , ai to amando. I don't want to be buried in a Pet Cemetery,I don't want to live my life again.I don't want to be buried in a Pet Cemetery,I don't want to live my life again.

sexta-feira, março 16, 2007

When I'm Gone

When I'm Gone - 3 Doors Down
There's There’s a mellow world inside of me That you may never see There’s secrets in this life that I can’t hide Somewhere in this darkness There’s a light that I can’t find Maybe it’s too far away Or maybe I’m just blind Hold me when I’m here Love me when I’m wrong Hold me when I’m scared And love me when I’m gone Everything I am Is everything you need I'm possibly the one you wanted me to be I’ll never let you down Even if I could I'd give up everything If only for your good So hold me when I’m here Love me when I’m wrong Hold me when I’m scared I won’t always be there So love me when I’m gone When your education X-ray Can not see under my skin I won’t tell you a damn thing That I could not tell my friends I'm roaming in this darkness I’m alive but I’m alone Part of me is fighting this But part of me is gone So hold me when I'm here right me when I'm wrong You can hold me when I'm scared, you won't always be there,So love me when I'm gone. Maybe I'm just blind (Solo) So hold me when I'm here right me when I'm wrong. Hold me when I'm scared and love me when I'm gone.Everything I am and everything in me, Wants to be the one you wanted me to be. I'll never let you down even if I could. I'd give up everything if only for your good. So hold me when I'm here right me when I'm wrong. You can hold me when I'm scared, you won't always be there. So love me when I'm gone, love me when I'm gone. Love when I'm gone, when I'm gone, when I'm gone, when I'm gone.

quarta-feira, março 14, 2007

(Untitled) - ;)

Se ando sempre no mesmo caminho E ainda me encontro com alguém E vejo que não estou sozinho, eu sei Se passa o dia, o tempo e conto as horas, e eu sem Perceber Que estou parado vendo seu retrato, e não vou mais tever E vou tentando aceitar..[...] Eu quero deitar e sonhar outra vez Tocar Te ouvir, te sentir E poder te dizer, como eu amo você Tocar o meu violão e te ver Me pedindo pra viver/mr.gyn;
DÓI, EU SEI. NAO QUERO MAIS FALAR DISSO. CAIU A FICHA =/

quinta-feira, março 08, 2007

.

A noite acabou, talvez tenhamos, que fugir sem você. Mas não, não vá agora, quero honras e promessas. Lembranças e histórias. » legião urbana «